Livraria Cultura

Pré Venda Harry Potter

25/03/2012

Outback e o Aniversário da Lu



Às vezes na vida levamos anos para conhecer coisas maravilhosas e que estão tão próximas de nós. E às vezes levamos anos por puro preconceito. Sempre que ouvia falar do Outback era algo como: atendimento ruim, cerveja congelada, caríssimo, absurdamente caro, um assalto. Mas acabei indo conhecer o local em 2010 por convite do Maza. E lógico, virei frequentadora assídua, tanto quanto ele. Cada vez que chegamos ao restaurante, já chegamos sabendo que sairemos dali felizes por termos tido uma excelente experiência. E vejam bem, nunca é igual, cada ida nos reserva uma surpresa melhor que a outra. Seja num prato diferente que escolhemos, seja na forma como somos atendidos pelo garçom/garçonete.


Logo de cara temos a placa indicando os horários e o cardápio com os preços. Sempre optamos pelo horário do happy hour, o local abre 18 horas e antes das 18 horas já estamos lá e acreditem, sempre tem gente esperando para abrir o local.




Algo muito interessante é que mesmo com a indicação dos horários, de forma clara e bem legível na porta do estabelecimento, é impressionante como tem gente que chega antes do horário e vai tentando abrir a porta para entrar, mesmo com várias pessoas do lado de fora esperando a abertura do local... Ler é algo interessante a todo momento, inclusive nessas horas não acham? hehehe.. Inclusive neste dia, faltando uns 5-7 minutos para abrir chegou um garoto do nada, querendo já entrar e abrir a porta, puxando, empurrando..hehe

Ao entrar, uma funcionária tem uma planta do local e indica onde você deverá ficar. Nós, clientes cativos, sempre optamos ao fundo, do lado da janela, off course.


O que consumir varia muito do momento, os drinks são ótimos, mas tem a champanhe que sempre tenta, então às vezes mandamos descer uma brut na medida! Eu adoro, e o Maza? Ele nem pensa duas vezes! Detalhe: entre 18 e 20 horas, nos dias de semana – exceto feriados – a rodada de drinks, espumantes, cervejas... Em suma, bebidas com álcool, a rodada é dupla, pedindo um, o outro é cortesia. Mais um motivo – para alguns o principal motivo – para chegar cedo ao local. Nós discordamos, mesmo que não tivesse rodada dupla chegaríamos cedo porque o local, o atendimento, tudo é ótimo para um happy hour. Ou aniversário. Ou encontro a dois. E assim por diante. Vai uma amostrinha...



Por falar em aniversário, a ida ao local hoje é para a comemoração do meu. Mudamos um pouquinho nosso horário de costume e fomos ao horário do meio dia.


Optamos pelo refri para acompanhar nosso almoço. E tem refil grátis de refrigerante, paga o valor pelo refri e manda descer 1, 2, 5, 10 canecas de coca, de guaraná, fanta... E paga o mesmo preço, é bom demais!! Depois entra o pãozinho amigável e delicioso, não tem como não provar, e é a clássica cortesia da casa.




Nesse dia optei pelo Steakhouse Pasta, fettuccine com champignons, tomates e iscas de filé, tudo regado com molho Sherry com toque de vinho Chardonnay. Delícia!


O Maza optou pelo clássico Toowoomba Pasta, fettuccine refogado com molho Alfredo, acompanhado de camarões e champignons bem temperadinhos. Ambos os pratos acompanham o pãozinho australiano temperado com ervas, parmesão e azeite de oliva, e levemente tostados. Mas o Maza já tinha saboreado um deles.


Ah, no local ainda tem um lance muito bacana: após pedir um prato principal ou refeição (logo, não ganhará se pedir apenas aperitivo ou prato de happy hour), e o local ainda tem doces, como cheesecake (eu tenho sérias restrições com o cheesecake do Outback, mas o Maza gosta, apesar de admitir que de fato não está no TOP 5 de Porto Alegre... hehe), sorvetes  e outros... Então, após pagar a conta podemos pedir o cupom fiscal e responder uma pesquisa no site, a fim de ganhar um cupom que dá direito a um aperitivo na próxima ida, respeitando sempre a regra de que para ganhar e para usar o cupom, precisamos consumir um prato principal pelo menos. E que aperitivo!

O de alguns meses atrás era esse simpático prato chamado Kookaburra Wings, asinhas de frango à milanesa com tempero que varia de mais suave a mais forte e acompanha uns talinhos de aipo (que o Maza adora!):



O da vez é o Billy Ribs, costeletas de porco com molho Barbecue e fritas:


Para minha surpresa ganhei como cortesia pelo meu aniversário esse delicioso doce que atende pelo nome de Spotted Dog Sundae. Uma delícia!


E percebam o detalhe da cereja... hummmm


No fim das contas a conta ficou em torno de 45 reais por pessoa, preço mais do que justo pelo ambiente, atendimento e outros que sempre nos é proporcionado, pagamos com plena satisfação e sabendo que muitas outras vezes iremos passar pelos simpáticos canguru e tatu (pelúcias dispostas no ambiente), sempre com satisfação e sabedouros de que será mais um ótimo dia/tarde/noite.


Ano passado assisti ao filme Rango por 2 vezes. Uma dublada e outra legendada. Vale ressaltar que sou totalmente a favor de sessões legendadas. Sempre. Mas algo que me chamou atenção na dublagem de Rango e que me impressionou muito foi com relação às “corujitas”. Na versão legendada elas falam inglês, como todo o restante dos personagens. Na versão dublada elas falam espanhol! Fascinante mesmo. Dá outro sentido às falas delas. Eis que esse ano ganho de presente no meu aniversário o dvd do filme, ganhei da querida amiga Jana.


Rango é algo fascinante. É um filme que encanta adultos e crianças e tem uma história envolvente. Não tem como não se solidarizar com o pequeno camaleão perdido em meio ao deserto e em uma cidade completamente desconhecida. O filme traz uma mensagem super positiva e os personagens não são fofos, bonitinhos e que dão vontade de apertar. Eles são feios, magrelos, esquisitos mesmo, e tem uma personalidade forte, marcante.



Av. João Wallig, 1800 - Loja 2252 - Passo D'Areia
Fone: (51) 3381-6609 / (51) 3381-6539
Mapa

Nenhum comentário:

Postar um comentário