Livraria Cultura

Pré Venda Harry Potter

21/08/2012

Saúde no Copo cai bem a qualquer momento.


Algumas matérias que colocamos aqui são de fato mais longas que as outras por inúmeros motivos: o ambiente, a variedade, o estado de espírito desses blogueiros... e outros casos são postagens mais diretas, mas nem por isso menos saborosas. E falando em sabor, tem um local que eu sempre que passava próximo do Parcão ficava olhando desconfiado, achando que era só para sarados, que glutões de plantão teriam que passar longe. Então provei uma vez e olha, o Saúde no Copo é esse tipo de coisa que, por frescura mesmo, levei tempo para conhecer, e que tempo perdido.

A variedade e sabores do que é vendido no local é ampla, tudo natural e feito na hora, conforme podemos observar pelo cardápio...



... e logo após, o pessoal preparando um suco ali ao ponto.


Eu pedi o smoothie capuchilli, descoberta da Luciana, que é pimenta com café e chocolate, creio eu. Muito cremoso, saboroso, gelado... um espetáculo que nunca é enjoativo, meu preferido. Chega quase transbordando... rsrsrs


E aí que eu me refiro!


A Lu acabou pedindo algo diferente, um suco quente de maçã com canela. Não cheguei a provar, mas ela adorou!


Sim, aqueles farelinhos todos ali são de canela... rsrsrs


Dessa vez pulamos os salgados, fomos só de bebida mesmo. Nossa conta ficou em 15 pilas. O Saúde do Copo tem loja em vários locais, mas a que fomos dessa vez foi no Bourbon Ipiranga... se você ainda não provou, está perdendo uma oportunidade daquelas!

Vamos dessa vez falar de um filme que não é um filme. Como assim? Isso mesmo, ou melhor, Isto Não é Um Filme.


Como filmar? Como escolher roteiro, atores, cenários, etc.? O que é um filme, e o que não é um filme? Neste filme iremos presenciar muito acerca disso tudo. Jafar Panahi é um diretor de cinema proibido de exercer sua profissão por conta de uma sentença judicial decretada em seu país, o Irã, em que deve permanecer 6 anos em prisão domiciliar e 20 anos sem exercer sua profissão.

O que vamos acompanhar ao longo do filme é um dia na vida de Jafar, em que cada momento é mais angustiante que o outro, pois ao mesmo tempo em que ele é proibido de trabalhar, ele simula como se estivesse de fato trabalhando, filmando, criando.


O filme se mostra quase como uma revolta de Panahi diante de tudo pelo que está passando, envolvendo política, liberdade de expressão, crítica social e incluindo trechos de alguns filmes do diretor.

Uma obra que merece ser apreciada pelo seu conteúdo e é claro, pela forma ousada como foi concebida.


Av. Ipiranga, 5200 - Loja 151 – Bourbon Ipiranga – Jardim Botânico - Porto Alegre – RS
Fone: (51) 3019 2500

Um comentário:

  1. Ai eu adoro o saúde no copo! Mas eu gosto mesmo dos sucos bem normais, abacaxi, laranja... São muito bons, apesar de caros. Mas pela qualidade e alto astral super vale a pena ;)

    ResponderExcluir